Alberto Oculista investe 1 milhão na renovação

O investimento realizado pelo grupo remodelou 1/3 das 34 lojas em menos de 2 anos.

Ainda a decorrer o ano das celebrações dos 30 anos de actividade, a Alberto Oculista continua a desenvolver uma série de remodelações nas suas lojas, investimento que em menos de dois anos já significou mudanças em um terço dos 34 espaços comerciais do grupo, representando mais de um milhão de euros de capital.

Segundo o administrador da Alberto Oculista, Miguel Caires, uma das últimas remodelações deu-se há cerca de um mês na loja do Forum Madeira, centro comercial que, recorde-se, tem cerca de nove anos de existência. “Efectivamente, a loja Alberto Oculista no CC Forum Madeira foi renovada em toda a sua plenitude”, assegura.

“Trata-se de mais uma operação que segue no sentido de continua modernização da imagem de marca e do ‘layout’ das lojas do Grupo Alberto Oculista”, salienta ao DIÁRIO. “Esta nova imagem implementada nesta loja, à semelhança de outras anteriormente intervencionadas, vai ao encontro dos desejos e necessidades do mercado actual e pretende também continuar a preparar o futuro”.

Loja Forum MadeiraE que futuro é esse? “O objectivo é fazer com que a Alberto Oculista transmita para o mercado uma imagem de inovação, tecnologia de ponta e competência profissional, ao mesmo tempo que oferece os melhores produtos e marcas ao melhor preço do mercado. Esta é a filosofia da Alberto Oculista”, diz com segurança Miguel Caires.

Sobre este projecto abrangente, e pegando pelo mais recente remodelação, “concretamente no que diz respeito à loja sita no CC Forum Madeira, conseguiu-se evoluir mais uma etapa no desenvolvimento do conceito de loja, criando um espaço de conforto para os clientes”, acrescenta.

“Actualmente com 34 lojas Alberto Oculista, em menos de dois anos o Grupo já renovou a imagem de cerca de um terço da sua rede de retalho, um investimento superior a um milhão de euros, o que explana bem a motivação e empenho com que o grupo olha para o futuro”, conclui.

in DIÁRIO de Notícias da Madeira

← Voltar atrás